Header Ads

Últimas Notícias

Operação nacional contra pedofilia prende mais de 100 pessoas

#LuzdaInfância #PoliciaCivil #JornalistaToniOliveira

" O foco da investigação "Luz da Infância", conduzida pela Polícia Federal, é o compartilhamento de fotos pela internet " 
A Polícia Civil conduziu uma operação de combate à pedofilia na manhã desta sexta-feira (20) em 24 estados brasileiros e em São Paulo. De acordo com o Ministério da Justiça, 108 pessoas foram presas em flagrante até as 14h30.





Os detidos foram encontrados em flagrante com material pornográfico infantil em quatro estados e em São Paulo. O foco da operação é o compartilhamento de fotos pela internet.

Os alvos foram identificados através de um trabalho conjunto entre a Diretoria de Inteligência da Senasp e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília (US Immigration and Customs Enforcement-ICE). A investigação durou seis meses e foi coordenada pela Diretoria de Inteligência (DINT).




O conteúdo dos computadores seguiu para análise e, caso seja confirmada a presença de imagens que relacionem menores de idade a situações de pornografia, os donos serão autuados em flagrante conforme regras do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

[caption id="attachment_3646" align="aligncenter" width="635"] A Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão, em diversas cidades do estado de São Paulo, pela Operação Luz da Infância, deflagrada nesta sexta-feira (20) pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) contra a pedofilia no Brasil. (Foto: Suamy Beydoun/Agif/Folhapress)[/caption]

Segundo ele, é considerado crime o ato de “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”. A pena prevista vai de três a seis anos de reclusão e multa.

Jornalismo I Toni Oliveira
m.facebook.com/jornalistatonioliveira