Header Ads

Últimas Notícias

Nelson Marquezelli é condenado pela justiça da cidade de Socorro

Nesta terça-feira, 19 de dezembro, foi  promulgado pela Juíza de Direito Fernanda Yumi Furukawa Hata, da 1ª vara da cidade de Socorro  a sentença de condenação do  processo proveniente de inquérito civil  movido pelo Ministério Público contra deputado Federal Nelson Marquezelli, um dos maiores exportadores de suco de laranja do país, com bens declarados em R$12.280.000,00.




Segundo o processo, a campanha eleitoral de André Bozola para a Prefeitura de Socorro em 2012 recebeu amplo apoio de Nelson Marquezelli, que já era deputado federal pelo PTB, partido ao qual André também é filiado. Em 2012 André e seu vice Edelson Cabral Teves foram eleitos com aproximadamente 60% dos votos válidos.


O processo sugere que, buscando retribuir o apoio recebido nas eleições de 2012, André Bozola, já no exercício do cargo de Prefeito de Socorro, teria afixado a um caminhão pipa municipal, às vésperas das eleições, uma faixa que fazia propaganda à candidatura de Nelson Marquezelli. A faixa foi afixada em 26 de setembro de 2014, às 15 horas, pelos servidores públicos municipais Antonio Benedito Tovazzi, Benedito Aparecido de Godoi e Vanderlei de Oliveira; e ficou exposta por cinco dias, até 30 de setembro de 2014, momento em que foi determinada a remoção pela Justiça Eleitoral local.




Os autos do processo indicam que André Bozola alega inexistência de ato de improbidade administrativa, uma vez que o autor não teria conseguido informar quem foi que mandou produzir e afixar as placas que foram localizadas em dois caminhões novos expostos à população. André relata ainda que Nelson Marquezelli teve em Socorro 762 votos nas eleições de 2014. Ele alega ainda que, no dia dos fatos, pela manhã, o Secretário de Serviços da Prefeitura, Dárcio Antônio da Silva, passou pelos caminhões e solicitou a retirada. Relata que as faixas foram novamente inseridas e foram retiradas pelo servidor a Justiça Eleitoral à tarde. Alega ainda a existência de armação política de seus adversários políticos.


Nelson Marquezelli foi condenado em primeira instância, cabendo recursos até a instância superior.


Com informações de  Felipe Souza /Rádio Socorr