Header Ads

Últimas Notícias

Mais de 56% das aglomerações em rodovias foram suspensas, informa PRF

Diretor-geral da corporação assegurou não haver mais bloqueios nos territórios. Efetivo trabalha para garantir segurança dos caminhoneiros que querem voltar a exercer suas atividades
Agentes rodoviários escoltam caminhões para garantir rabastecimento

Desde o início da atuação das forças federais no desbloqueio de rodovias e para garantir o reabastecimento no País, a Polícia Rodoviária Federal liberou 742 pontos em rodovias. "O número representa mais de 56% das aglomerações. 


Entre os pontos identificados, não há nenhum bloqueio total", assegurou o diretor-geral da corporação, Renato Dias, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (28). Além de reforçar a fluidez do tráfego no território, a PRF trabalha para restabelecer a operação de serviços essenciais, como aeroportos e hospitais. 
De acordo com os dados apresentados pelo diretor-geral, foram feitas 386 escoltas, com 973 carretas escoltadas e 14,7 milhões de combustível que foram entregues em todo Brasil. "Também auxiliamos na entrega de medicamentos e insumos para estações de tratamento de água e entrega de cargas sensíveis", informou Dias. 
Motoristas que optaram por sair dos pontos de aglomeração, mas que estão coagidos por lideranças externas ao movimento, também contam com a ajuda dos agentes rodoviários. "A intenção é garantir que todos que desejem retomar a suas atividades assim o façam toda a segurança", reforçou o diretor da PRF.