Header Ads

Últimas Notícias

Homem mata filho de 6 meses com um tiro no peito após mulher recusar sexo

Criança foi baleada no peito e chegou a ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento.

Homem teria dado um tiro à queima-roupa, com a arma encostada no peito da criança, enquanto ela estava no berço | Foto Reprodução
Um pai foi preso suspeito de matar o próprio filho, um bebê de 6 meses, na madrugada desta quarta-feira, 12, na cidade de Luziânia, em Goiás, no entorno do Distrito Federal. Maycon Salustiano Silva, de 25 anos, foi preso em flagrante e declarou à polícia que não se lembra do ocorrido pois havia ingerido bebida alcoólica e fumado maconha.



O delegado Daniel Martins Ferreira, responsável por investigar o caso, afirmou à reportagem que Salustiano disparou contra a criança com uma garrucha calibre 22 depois de discutir com a sua mulher, de 20 anos, mãe do bebê. O homem teria se irritado após ela se recusar a manter relações sexuais com ele.

“A mãe relatou que teve uma discussão com o autor, que a agrediu fisicamente. Ele falou que ia pegar água, saiu e voltou com uma arma”, disse o delegado. “O marido perguntou se ela acreditava que ele tivesse coragem de disparar no filho e atirou no bebê.”
Jeniffer Ribeiro da Silva e Maycon Salustiano Silva, pais de bebê morto com tiro no peito em Luziânia | Foto: Reprodução

Atingido no peito, o menino, chamado Michel, foi socorrido e levado a uma unidade de saúde de Luziânia, mas chegou ao local já sem vida.


Salustiano foi detido por policiais militares e conduzido a uma delegacia, onde foi autuado por homicídio e posse ilegal de arma A garrucha usada no crime foi apreendida pela Polícia Civil. A mãe da criança prestou depoimento e foi liberada em seguida.


O casal estava junto há cerca de três anos e, nas redes sociais, postava fotos do filho e frases como “razão do meu viver” | Foto: Divulgação

Da redação Toni Oliveira - Pirassununga On / Copyright © 2018 Todos os direitos reservados.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Pirassununga On no WhaTsApp (19) 9 8294-5155.