Header Ads

Últimas Notícias

Professores indicam 6 filmes da Netflix que podem ajudar no estudo para o Enem

"As Sufragistas" mostra, de forma didática, a luta das mulheres pelo voto no Reino Unido
Nos dias que antecedem a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é importante o candidato diminuir o ritmo de estudos, sem deixar de lado a oportunidade de adquirir mais conhecimentos. Para essa reta final, assistir a um filme enriquecedor pode ser uma ótima estratégia para quem quer aliar lazer com aprendizado.


Que tal buscar um bom filme na Netflix e adquirir um conhecimento através dele? Seis professores de História da Região Metropolitana de Belo Horizonte apontaram obras disponíveis na plataforma de conteúdo streaming que podem ajudar muito a quem está prestes a fazer as provas dos dias 4 e 11 de novembro. São conteúdos que podem ser abordados, de alguma forma, na prova de Ciências Humanas.
Confira as sugestões:
As Sufragistas
“A película aborda o movimento feminista pelo direito ao voto no Reino Unido no início do século XX. A obra permite compreender as dificuldades e estratégias das mulheres, que se organizaram em defesa dos seus direitos políticos e, por isso, foram discriminadas e sofreram repressão e perseguição”.
Gilmar Rodrigues

Operação Final
“O enredo gira em torno da operação do Mossad para capturar e julgar Adolf Eichmann, criminoso de guerra nazista refugiado na Argentina. O filme permite analisar a reação dos judeus diante de uma liderança nazista e a confusão entre justiça, aplicada por tribunais, e o justiçamento. Filme também interessante para tratar o fenômeno nazista pós-guerra”.
Juliano Meira Furtado

Selma
“O filme retrata a luta pelos direitos civis dos negros nos EUA. Além de contar um fato da biografia de Martin Luther King, ainda apresenta como as leis abolicionistas não foram instrumentos capazes de garantir direitos e cidadania, inserindo os negros na vida política após libertação”.
Deborah Gonçalves



12 anos de escravidão
“Inspirada na autobiografia de Solomon Northup, o filme conta a história de um homem que nasceu livre, mas foi ilegalmente escravizado no século XIX. A trama retrata as complexas - e pouco analisadas - relações entre agentes sociais livres e escravos, sem deixar de enfatizar a violência inerente ao modelo escravocrata. Guardadas as diferenças entre a história dos EUA e do Brasil, o filme se mostra bastante construtivo para a análise da origem das sociedades escravocratas, como no caso dos períodos colonial e imperial brasileiros”.
Celso Idamiano

13ª Emenda
“O documentário é fundamental para entendermos a segregação racial histórica nos Estados Unidos, potencializada pela lei que, apesar de abolir a escravidão, deu origem a mecanismos de criminalização da negritude e de seu encarceramento em massa”.
João Renato Alencar

O Menino do Pijama Listrado
“Essa é a história de duas crianças, Bruno, filho de um soldado que foi promovido, e outro chamado Shmuel, judeu, ambos de 8 anos, separados pela cerca de um campo de concentração. O filme descreve e critica o nazismo usando a perspectiva dos personagens infantis, algo como a ingenuidade interpretando a barbárie. Um filme bem denso, pesado em muitos pontos, em que o horror dos campos fica mais evidenciado pela inocência da amizade dos meninos”.
Igor “Nefer” Rocha