Header Ads

Últimas Notícias

Justiça condena prefeito de Pirassununga Ademir Lindo, por improbidade administrativa

Foto: Rede Social Facebook
A segunda  Vara Civil do  Foro de Pirassununga  condenou o prefeito da cidade,  Ademir Alves Lindo ( sem partido), por improbidade administrativa. A sentença dada pelo juiz de Direito Doutor Rafael Pinheiro Guarisco saiu nesta quinta-feira (24).


De acordo com a sentença, ocorreu em 2011 um suposto ato praticado pelo chefe do Poder Executivo e denunciado pelo Ministério Público. Ademir Alves Lindo, teria se insinuado sexualmente em inúmeras oportunidades a cidadãs que o procuravam para pedir ajuda por problemas de saúde ou em busca de colocação profissional.

No Inquérito Civil, as vítimas relataram terem sido submetidas a constrangimentos de ordem moral, tendo o requerido lhes beijado e tocado o corpo sem consentimento, no seu gabinete de trabalho, propondo ajuda em troca de favores sexuais a médio e longo prazo.

O chefe do  Poder Executivo,  as recebia em sua sala no Paço Municipal com um beijo na boca, sem que as mulheres estivessem esperando. Também no momento em que elas se preparavam para deixar o local ele lhes dava outro beijo na boca. Entre as vítimas está uma menor.

Todos os episódios ocorreram nas dependências da Prefeitura, no interior do gabinete do requerido, espaço público de propriedade e interesse de toda a coletividade. 

O Prefeito recebeu uma pena de suspensão dos direitos políticos por cinco anos e pagamento de multa civil. A decisão ainda cabe recurso.

Tentamos entrar em contato com o Prefeito, mas até a publicação desta matéria, ele não se manifestou. 


Copyright © 2019, Toni Oliveira - Pirassununga ON. Todos os direitos reservados