Header Ads

Últimas Notícias

Com fim da piracema, pesca está liberada no Rio Mogi Guaçu em Pirassununga

Fim da Piracema: Pesca no rio Mogi Guaçu está liberada - Foto: Reprodução
A piracema, período em que a pesca de espécies nativas fica proibida, termina nesta sexta-feira. A partir desta sexta-feira (01),  está liberada a pesca amadora e profissional de espécies nativas como dourado, bagre, jaú, pintado, lambari, jundiás e surubim. A exceção é a piracanjuva (Brycon Orbignyanus), que consta na lista de espécies ameaçadas de extinção. O término da proibição foi anunciado na quinta-feira (28), pela Policia Ambiental.


Mesmo após o término da restrição da pesca, equipes da Polícia Ambiental continuarão fiscalizando todas as regiões do Estado para que os peixes sejam pescados de forma racional e dentro das normas permitidas, ou seja, na quantidade, tamanho e com os materiais autorizados.

Penalidades

Aos infratores serão aplicadas as penalidades e sanções previstas na legislação. Quem flagrado pescando em desacordo com as determinações será enquadrado na lei de crimes ambientais. 

A multa varia de R$ 700,00 por pescador e mais R$ 20,00 por quilo ou unidade de peixe pescado. Além disso, os materiais de pesca, como varas, redes e embarcações, poderão ser apreendidos pelos fiscais.

Piracema

A piracema iniciou em 1º de novembro do ano passado e tem como objetivo proteger o estoque de peixes nativos no Estado. É durante esse período que a maioria das espécies nativas estão em fase migratória e reprodução. Na bacia do rio mogi guaçu existem mais de 100 espécies de peixes de diferentes comportamentos, parte destas consideradas espécies migradoras.


( Copyright © 2019, Toni Oliveira - Pirassununga ON. Todos os direitos reservados )

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Pirassununga On no WhaTsApp (19) 9 8294-5155