Header Ads

Últimas Notícias

Idosa de Santa Rita do Passa Quatro é condenada a prisão por barulho de seus galos

A denúncia do Ministério Público (MP) foi gerada através da reclamação de um casal de vizinhos da idosa. - Foto: Rede Sociais
Uma idosa de 68 anos foi condenada em uma ação de perturbação da tranquilidade a 25 dias de prisão por conta do cantos dos seus galos. O caso aconteceu em Santa Rita do Passa Quatro. 
A defesa de Dora Dias declarou que vai recorrer da decisão Colégio Recursal de Pirassununga. A denúncia do Ministério Público (MP) foi gerada através da reclamação de um casal de vizinhos da idosa.
Dora vive com os animais em uma chácara há 23 anos. Na época que a ação judicial teve início, em março de 2018, eram quatro animais. Um deles morreu. Segundo os autores da queixa, as aves se empoleiravam em uma árvore debaixo da janela do quarto da casa que fica no terreno que dá para os fundos do quintal da chácara e cantavam durante a toda a madrugada.


Segundo a defesa de Dora, as aves agora ficam presas em um cômodo dentro da casa que fica na parte da frente do terreno. Ela teria ainda subido em um metro o muro que faz divisa com a propriedade dos reclamantes. Esse é o segundo processo contra os galos da idosa, pelo mesmo motivo. O primeiro foi julgado improcedente.  Da redação Toni Oliveira - Pirassununga On / Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. )