Foto: Divulgação / Policia Ambiental
Policiais militares da 7ª Cia do 1º BPAmb (Batalhão de Polícia Ambiental) desarticularam uma armadilha projetada para pescar, de forma ilegal, espécies protegidas durante a época da piracema. Ação ocorreu na última terça-feira (3), no Rio Mogi Guaçu, em  Pirassununga.


Durante realização das atividades de fiscalização relacionadas à operação “Piracema”, que protege espécies nativas da Bacia do Paraná durante o período natural de reprodução dos peixes, uma equipe da PM Ambiental flagrou 28 exemplares, das espécies piapara e curimbatá, enroscados em redes de pesca dispostas no rio.

Os peixes foram resgatados com vida e reintroduzidos no ambiente aquático. No local, os policiais apreenderam armadilhas do tipo anzol de galho, covos para pesca, varas e redes. 

Veja o vídeo

A operação Piracema prossegue até o final do período natural de reprodução das espécies, em fevereiro de 2020.Por Toni Oliveira  @jornalistatonioliveira ) É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo.