Divulgação/Aspa Itu
A Polícia Civil de Itu (SP) localizou uma chácara com 33 cachorros da raça pit bull, na tarde da última segunda-feira (16), na região do Chácaras Reunidas Ipê. O local seria de propriedade de um dos peruanos presos em operação que fechou uma rinha internacional, em Mairiporã (SP). 

Segundo a corporação, uma denúncia anônima informou que os animais estavam sendo retirados da propriedade depois da ação que prendeu 41 suspeitos. Os animais ficavam espalhados e acorrentados em espaços separados na chácara. Ainda segundo a Polícia Civil, algumas casinhas estavam vazias, há suspeita que eles estavam sendo retirados. 


Divulgação/Aspa Itu
De acordo com a polícia, os animais devem ser enviados a uma ONG (Organização Não Governamental). Segundo reportagem da TV TEM, a Prefeitura do município informou que o local não tem registro de funcionamento.

Entenda o caso
A Polícia Civil desarticulou uma rinha de cachorros em Mairiporã (SP) neste sábado (14). Quarenta e uma pessoas foram presas e 21 cães foram resgatados, todos da raça pit bull. Um cão foi encontrado morto e outro assado para consumo. Os cachorros resgatados foram encaminhados para três entidades de proteção animal.


Animais resgatados pelos  protetores dos animais - Divulgação
Dois apostadores peruanos, dois mexicanos e um norte-americano foram presos. Um policial militar também foi detido. Todos foram encaminhados à Delegacia de Crimes Contra o Meio Ambiente.


A Justiça, no entanto, determinou a soltura de 40 dos 41 presos, mantendo a prisão apenas do suspeito de organizar a rinha. Eles irão responder pelos crimes de maus-tratos a animais com agravante de morte, prática de jogos de azar e associação criminosa. Por Toni Oliveira com informações da Policia Civil e protetores dos Animais @jornalistatonioliveira ) É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo.