Policiais acharam 1 cão morto e outros 19 muito feridos / Divulgação/Polícia Civil de SP
A Polícia Civil prendeu cerca de 40 pessoas que participavam de uma rinha de cães em Mairiporã, Grande São Paulo, na noite de sábado (14). No local, estavam 19 cachorros da raça pit bull com ferimentos e um animal morto.


Segundo as investigações, a rinha ilegal era combinada em um grupo no aplicativo de mensagens WhatsApp. O local foi descoberto com a ajuda da Polícia Civil do Paraná, que investiga um fornecedor de animais.
Mais de 40 pessoas foram presas em rinha de cães / Divulgação/Polícia Civil de SP
Entre os detidos estavam cinco estrangeiros, sendo dois mexicanos, dois peruanos e um americano. Um policial militar também foi preso e dois adolescentes foram apreendidos.
Criminosos montaram uma rinha improvisada para animais brigarem / Divulgação/Polícia Civil de SP
No local, havia uma carcaça de cão – de acordo com a Polícia Civil, o animal teria sido assado e servido aos apostadores. Os presos vão responder por jogos de azar, associação criminosa e maus-tratos contra animais com agravante de morte.
Cães estavam muito machucados e foram para ONG / Divulgação/Polícia Civil de SP
Em nota, a Polícia Militar informou que "a ocorrência está em andamento no Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania e, se comprovada a participação de algum membro de suas fileiras, adotará as medidas legais cabíveis".Por Toni Oliveira com ascom Policia Civil e Policia Militar @jornalistatonioliveira ) É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo