/> Temporal deixa ponte sobre o Ribeirão do Ouro danificada, em Pirassununga

Temporal deixa ponte sobre o Ribeirão do Ouro danificada, em Pirassununga

Elevação repentina no nível do rio arrastou o guard rail da ponte - Creditos: Defesa Civil 
O temporal que se iniciou na noite desta segunda-feira (10), por volta das 20h e durou cerca de 2 horas causou estrago na  ponte sobre o Ribeirão do Ouro, em Pirassununga. Nas últimas 48 horas, choveu 142.0 milímetros na cidade. O transbordamento do rio, arrancou a barreira de proteção da ponte.


 O agente  Almeida da Defesa Civil e o  Secretário de Segurança Pública do Municipio Paulo Tannus, estiveram no local, na manhã desta terça-feira (11), para avaliar a situação da ponte.  De acordo com o Secretário  Paulo Tannus, não houve nenhum dano na estrutura da ponte, somente a lateral foi arrancada com a força da aguá. 


Creditos: Defesa Civil 
Uma árvore também foi derrubada pelo vento sobre o rio Ribeirão do Ouro na Avenida Painguas. Também houve queda de uma parte de um muro próximo ao Anel Viário.


Creditos: Defesa Civil 
Nas últimas  24 horas choveu 127.2 milímetros e em 48 horas, foram 142.0 milímetros de chuvas  na cidade, segundo a Defesa Civil de Pirassununga. A intensidade de chuva nas últimas 48 horas é decorrente do alerta laranja, emitido pelo Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) e a Defesa Civil do estado de São Paulo, para o perigo potencial de chuvas. 


Creditos: Defesa Civil 
O alerta amarelo de perigo potencial de chuvas intensas para a região de Pirassununga e todo o Estado de São Paulo foi renovado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e a Defesa Civil do Estado. 


Segundo o alerta, deve chover entre 20 e 30 milímetros por hora, ou até 100 milímetros por dia no municipio e região. De acordo com as informações do alerta, há baixo risco de corte de energia elétrica, de queda de galhos de árvores, de alagamentos e descargas elétricas. Os ventos devem ser intensos, de 40 a 60 quilômetros por hora.


Creditos: Inmet
O Inmet orienta que, em caso de rajadas de vento, os moradores da cidade evitem se abrigar embaixo de árvores. Veículos também não devem ser estacionados próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. A população deve evitar utilizar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.


Conforme orientação do órgão, as pessoas podem entrar em contato com a Defesa Civil, por meio do número 199, e com o Corpo de Bombeiros, por meio do número 193, em caso de problemas.( Da redação Toni Oliveira - Pirassununga ON / É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo )





Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Pirassununga On no WhaTsApp (19) 9 8294-5155










Postagem em destaque

Guardas Civis Municipais de Pirassununga são homenageados em ato solene